leitura de
Encontrou um problema no conteúdo? Por favor, deixe seu comentário!

Atenção… Este artigo é bem antigo, hoje em dia (2012+) não precisamos mais compilar o PHP, podemos instalar tudo via pacotes:

E pronto! :)

Agora segue o artigo original:


Meses atrás fiz um artigo ensinando a instalar o PHP 5.3.0 no Ubuntu Jaunty (9.04) e hoje ensinarei a compilar e instalar o PHP 5.3.3 no Ubuntu Maverick (10.10) recém-instalado.

A instalação é dividada em quatro passos, sendo o último um bônus:

  1. [](#apache) - Servidor
  2. [](#database) - Bancos de dados
  3. [](#php)
  4. [](#phpunit) - Ferramenta de teste de código

Primeiro passo - Instalação do Apache 2

Para instalar o Apache 2 vamos rodar o seguinte comando no terminal:

[shell]$ sudo aptitude install apache2 apache2-mpm-prefork apache2-prefork-dev apache2-utils apache2.2-common[/shell]

Essa comando vai fazer um download de cerca de 16MB e instalar o Apache 2 no seu computador.

Feito isso você já pode abrir seu navegador e acessar o endereço http://127.0.0.1/ e verá a tela do “It works!” que informa que o Apache foi instalado com sucesso.

Segundo passo - Instalação do MySQL e PostgreSQL

Primeiro instalamos o PostgreSQL 8.4 com o seguinte comando, que vai fazer um download de 5MB:

[shell]$ sudo aptitude install postgresql-8.4 postgresql-client-8.4 postgresql-client-common postgresql-common postgresql-server-dev-8.4[/shell]

Depois disso instalamos o MySQL 5.1 com o seguinte comando, que irá fazer um download de 20MB:

[shell]$ sudo aptitude install mysql-client mysql-client-5.1 mysql-common mysql-server mysql-server-5.1 mysql-server-core-5.1[/shell]

Durante o final da instalação uma janela aparecerá perguntando a senha padrão do MySQL:

Configuração de senha do MySQL 5.1

Terceiro passo - Download e compilação do PHP 5.3.3

### Bibliotecas necessárias Para conseguir compilar o PHP precisaremos que algumas bibliotecas estejam instaladas, insale-as com esse comando:

[shell]$ sudo aptitude install libtidy-dev curl libcurl4-openssl-dev libcurl3 libcurl3-gnutls zlib1g zlib1g-dev libxslt1-dev libzip-dev libzip1 libxml2 libsnmp-base libsnmp15 libxml2-dev libsnmp-dev libjpeg62 libjpeg62-dev libpng12-0 libpng12-dev zlib1g zlib1g-dev libfreetype6 libfreetype6-dev libbz2-dev libmcrypt-dev libxmp-dev libmcrypt4 libltdl-dev[/shell]

Após os 10MB de download você já pode partir para o download do código-fonte do PHP.

Download do código-fonte do PHP

Para fazer o download (13MB) e descompactar o código-fonte do PHP 5.3.3, execute os seguintes comandos:

[shell]$ cd ~ $ wget http://br.php.net/distributions/php-5.3.3.tar.gz $ tar xvfz php-5.3.3.tar.gz[/shell]

Feito isso você já tem o código fonte do PHP e é hora de configurar o compilador.

Compilando o código-fonte do PHP

[shell]$ ./configure -with-apxs2=/usr/bin/apxs2 -with-mysql=/usr -with-mysqli=/usr/bin/mysql_config -with-pgsql=/usr -with-tidy=/usr -with-curl=/usr/bin -with-curlwrappers -with-openssl-dir=/usr -with-zlib-dir=/usr -enable-mbstring -with-xpm-dir=/usr -with-pdo-pgsql=/usr -with-pdo-mysql=/usr -with-xsl=/usr -with-ldap -with-xmlrpc -with-iconv-dir=/usr -with-snmp=/usr -enable-exif -enable-calendar -with-bz2=/usr -with-mcrypt=/usr -with-gd -with-jpeg-dir=/usr -with-png-dir=/usr -with-zlib-dir=/usr -with-freetype-dir=/usr -enable-mbstring -enable-zip -with-pear –with-config-file-path=/usr/local/lib[/shell]

Não se assuste, vão aparecer MUITAS coisas na tela… Mas no final, se tudo deu certo, você receberá a seguinte mensagem:

+--------------------------------------------------------------------+
| License:                                                           |
| This software is subject to the PHP License, available in this     |
| distribution in the file LICENSE.  By continuing this installation |
| process, you are bound by the terms of this license agreement.     |
| If you do not agree with the terms of this license, you must abort |
| the installation process at this point.                            |
+--------------------------------------------------------------------+

Thank you for using PHP.

E agora é hora de compilar, utilize os seguintes comandos:

[shell]$ sudo make $ sudo make -i install[/shell]

A compilação demora mas é necessária… É isso que vai fazer o PHP funcionar no seu computador.

Quando tudo terminar, você pode digitar o comando php -v para ver a versão atual do PHP instalado no computador:

[shell]$ php -v PHP 5.3.3 (cli) (built: Dec 3 2010 16:08:11) Copyright (c) 1997-2010 The PHP Group Zend Engine v2.3.0, Copyright (c) 1998-2010 Zend Technologies[/shell]

Pronto! Seu PHP foi instalado com sucesso! :)

Não se esqueça de copiar o php.ini de desenvolvimento para a pasta do PHP:

[shell]$ sudo cp php.ini-development /usr/local/lib/php.ini[/shell]

Fazendo o Apache rodar o PHP corretamente

O PHP precisa ser um módulo do seu servidor WEB para tudo correr bem… Normalmente você não precisaria fazer isso, mas devido ao motivo de uso da flag -i no passo anterior, nós precisamos fazer isso manualmente… Primeiro, mude o diretório:

[shell]$ cd /etc/apache2/mods-available[/shell]

Agora crie um arquivo chamado php5.load e coloque isso dentro dele:

[shell]LoadModule php5_module /usr/lib/apache2/modules/libphp5.so[/shell]

Salve o arquivo php5.load e crie outro arquivo, agora chamado php5.conf, com o seguinte conteúdo:

[shell]AddType application/x-httpd-php .php .phtml .php3 AddType application/x-httpd-php-source .phps[/shell]

Pronto… Terminamos… Só precisamos habilitar o módulo PHP no Apache e reiniciar o servidor, usaremos esses dois comandos:

[shell]$ sudo a2enmod php5 $ sudo /etc/init.d/apache2 restart[/shell]

Bônus - Instalação do PHPUnit

O PHPUnit é uma ótima ferramenta de teste unitário que ajuda muito no desenvolvimento, mas isso é assunto para outro artigo. Vamos usar o Pear, que foi instalado junto com o PHP, par instalá-lo da seguinte maneira:

[shell]$ sudo pear channel-discover pear.phpunit.de $ sudo pear channel-discover components.ez.no $ sudo pear channel-discover pear.symfony-project.com $ sudo pear install phpunit/PHPUnit[/shell]

Com isso você instalou o PHPUnit com sucesso e já pode passar a usá-lo. Caso você ainda não conheça a ferramenta, aguarde alguns dias que postarei um tutorial sobre o PHPUnit.

Um grande abraço a todos! :)

Thiago Belem / Blog

Thiago Belem


Publicado

Thiago Belem / Blog

Thiago Belem / Blog

Artigos e tutoriais sobre desenvolvimento WEB

Continue lendo